quinta-feira, 3 de janeiro de 2013





Música and me

Um ponto ainda me era estranho.
O que faria se um dia a melodia cessasse seu soar?
Este não era um ponto simples de se decifrar, por certo findaria eu primeiro com o tilintar da diminuta batida em meu pulsar.


Sandra Frietha
São Paulo, 03 de Janeiro de 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário