domingo, 14 de setembro de 2014

A Vida é de Quem Ela Quer





Certa do que deveria ser feito. Entre frascos, nas gavetas da dispensa, saio a procura do que representaria ser o balsamo.
Sem que eu perceba, a má sorte  abruptamente chega me interrogando:
- onde pensa que vai?
Respondo:
 - não te interessa! (que te importa?). A vida é minha e dela faço o que quiser.
Sarcástica,  ela me diz:

- Então, tente!







Nenhum comentário:

Postar um comentário