quarta-feira, 14 de novembro de 2012





Num turbilhão, pudera, há confusão.
Completa, porém insatisfeita sigo desbravando novas fronteiras.
Talvez medo ou quem sabe desapego dirão os donos da solidão.
Que em minhas mãos sobrem dedos, mas sobre aqueles que faço menção eu  tenha a  certeza que são.
Só por mais um instante...

Sandra Freitas
São Paulo, 14 de Novembro de 2o12.




Nenhum comentário:

Postar um comentário