segunda-feira, 13 de maio de 2013

Para um amigo em especial

Uma leve deficiência norteia-me me fazendo esquecer fatos relevantes,
 mas já não tão importantes.
Noticias de outrora, publicadas em folhetins que na banca aguardam
pacientemente em meio ao burburinho e atropelos  o cliente para o fruto do mar vestir.          
Desejei que para aquilo que sinto, esse tal esquecimento me obedecesse e  fizesse efeito,
pois assim deixaria de em ti lembrar, já que me mandaste passear.
Não sei se é início ou meio, mas tenho certeza que o fim ainda tarda em chegar.



Sandra Frietha
São Paulo, 12 de Maio de 2013







Nenhum comentário:

Postar um comentário