quinta-feira, 7 de maio de 2015

“O Reinado das Prostitutas”






“O Reinado das Prostitutas”, tido vulgarmente por estudiosos e  historiadores como  a era da pornocracia.
Brasil - 2015
Não é de hoje que estamos cientes  (ou somos complacentes) sobres as faucratuas que mantém ativa o espirito que cerceia o Brasil. Até ai não há surpresa. Nada de novo diriam os alcoviteiros de plantão, que com placas de progresso enterram sonhos do que poderia se tornar uma potente nação.
A bomba esta para estourar. Presságio da incompetência. Quem dera,  se não fosse o silêncio nas alcovas, no aperto de mão do arqui-inimigo que espreita visando o que pode vir  a ser apenas lucro.
Sobre as casas, os telhados já não comportam o excesso de sujeira. Vivencia de um período melindroso, onde os únicos que não sentem a clava da justiça, são  aqueles que não pertencem ao poder. Século X, Papado. O reinado acima mencionado duraria seus aproximados trinta a trinta e cinco anos. Havendo   controvérsia de seu  término no Vaticano. Aqui, o reinado as avessas, a pornocracia com toda sua peculiaridade humana, dura  mais de quinhentos anos.
Inóspita aventureira, caçadora de fortunas, até quando? A trégua bem poderia durar um amontoados de décadas, assim ao menos por alguns instantes, brandaria o selvagem instinto do dominante viajante e quem sabe, banhasse-nos como antes, a luz vinda de um índio xavante.










Nenhum comentário:

Postar um comentário