terça-feira, 8 de julho de 2014

Alegria Roubada II





Assim que foi marcado o segundo gol contra o Brasil, imediatamente lembrei de uma cena do filme “Um drink no Inferno”. Essa cena traz um cara, como tantos que já vivos por aqui, que trabalham nas portas do comércio e empunhando microfone em mãos, anunciam suas mercadorias. No caso do filme, a mercadoria era a diversidade em genitália feminina. Num trocadilho com “o gigante acordou”, hoje por instantes, tive a nítida impressão que quem acordara havia sido aquela lá da esquina ( não me interpretem mal a comparação de quem presta esse tipo de serviço. Embora não assumida, a profissão de prostituição, cheguei a ler num dos livros na bíblia, num versículo, não me lembro qual, que é mais digna aos olhos de Deus, a mulher que se sujeita, sem ao menos ter em troca uma moeda para o pão). Comparei sim, o jogo que rolava em campo, o da seleção canarinho, como uma mulher da vida, que resignada, mas com ambição, pacientemente e ciente da devastação de sua imagem, aguarda o fim de mais uma rodada para receber do cafetão, sua parte na bolada. O Brasil não ganhar esse jogo, já fazia parte do esquema? Me perguntei. Sob esse sentimento que provei, restou um ser que via a vida se despedindo. Durante esses poucos mais de noventa minutos em campo fui devorada pela apatia, dos jogadores, é claro, que como marionetes, nada faziam. O Brasil perdeu, porque não jogou. Um comentário, com cara dos desnecessários comentários do Ronaldinho. O mundo viu que não jogou. Assim como não nego a sujeita periférica que sou, sou brasileira. Agora, suportar essa realidade de ver um titulo ir ralo a baixo por um time que não fez, é de emaluquecer . Neste momento, me resta a decepção e uma taça de vinho (o vinho esta descendo melhor que a cerveja) de um povo que não conhece sua grandeza e vive de promessas numa eterna submissão.
“- Venham! Venham! Vocês querem fazer gol? Venham!"



*dia 08/07/2014, dia em que o Brasil
 foi goleado pelo time da Alemanha
 de 7 x 1, na semifinal da Copa do Mundo.




segue link do trecho mencionado do filme: https://www.youtube.com/watch?v=EbrpSp6ICJk








Nenhum comentário:

Postar um comentário